Regulamento de Competições

REGULAMENTO DECOMPETIÇÕES

REGULAMENTOGERALDECOMPETIÇÕES 2021

CapítuloI –DOSCAMPEONATOSE SEUSFINS

Art.-Todasascompetiçõesdeâmbitoestadual,cujosdireitospertencemintegralmente à FEDERAÇÃO DE TÊNIS DE MESA DO DISTRITO FEDERAL - FTMDF, têm por finalidade principal ocongraçamentodasreferidasentidadesdepráticadesportivaeaindaaaferiçãotécnico-disciplinar de todos aqueles que praticam o Tênis deMesa, como representar oSelecionado do DISTRITO FEDERAL em competições de âmbito nacional. Visando ointeresse geral pela sua divulgação, bem como a obtenção de subsídios vistas acomposição das equipes representativas da FTMDF nas competições em que tenhadese apresentar.

CapítuloIIDAORGANIZAÇÃODOSCAMPEONATOS

Art. 2º -As competiçõesestaduais serão organizadasedirigidaspelaFTMDF ou por entidades por ela devidamente autorizada. Os eventos TMB ChallengePlusserãodecompetênciadaFTMDF,chanceladospelaCBTM,semprequeautorizadosporesta.

Art. 3º - As competições TMB Regional e TMB Estadual fazem parte doCircuito DF deTênisdeMesae,portanto,deverãoserregidospelopresenteregulamento.

Art.-TodasascompetiçõesrealizadaspelaFTMDF,semprequenecessário, estarão subordinadas ao Manual do Tênis de Mesa, publicado anualmentepelaCBTM.

Art.-Deverãoserconsideradosparatodasascompetições:

I  -AsRegrasdoJogo, definidaspelaITTF/CBTM/FTMDF;

 
  http://ftmdf.com.br/6e7cd96e-b473-4321-b3f1-20251458763d" >

II  -RegulamentoGeraldeCompetiçõesdaFTMDF;

III                                                       - Regulamentos especiais para competições específicas;IV -NotasOficiais.

Art.-Asdisposiçõesrelacionadascomosistemadedisputadascompetições aqui previstas não poderão ser alteradas, uma vez iniciada a temporadadecompetições.

Art. 7º - A FTMDF irá promover ou chancelar, anualmente, já definidos noConselhoArbitral,asseguintes competições:

I                                                        – Circuito DF de Tênis de Mesa, compreendendo Ranking eRatingnascompetiçõesTMBEstadual,operadoeorganizadopela FTMDF,eTMBRegional,operadoeorganizadopelasLigasRegionais oficialmenteregistradasnaFTMDF;

II                                                        - Organização e operação do TMB Challenge Plus, conformechancelaobtida perantea CBTM.

§ 1º - A solicitação dos eventos deve ocorrer até o Conselho ArbitraldiretamenteparaaFTMDF,peloe-mailEste endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

§-Todasastaxasoriundasdarealizaçãodoeventoserãodeobrigaçãodacidade solicitante.

§-ApontuaçãodoTMBChallengePlusoudoTMBPlatinumsomentevalerá paraoRankingNacional.

§ 4º - Os critérios de desempate a serem utilizados são os mesmosadotadospara as competiçõesestaduais.

§ 5º - Um mínimo de 2 (duas) áreas de jogo, além das solicitadas para o Circuito DFde Tênis de Mesa será obrigatório, assim como redes,placares, mesas de jogos, mesas de arbitragens, cadeiras para árbitro,cadeirasparatécnicos,espaçofísicoeiluminaçãonasmesmascondições.Casohajaalgumadiscrepânciaemalgumdositens,a FTMDFpodeoptar pornão realizaro evento.

§ 6º - Dependendo do número de mesas, o Departamento Técnico daFTMDF poderá vetar as categorias solicitadas, sempre que achar quenãoéviável arealizaçãoporfaltadetempo.

§-Acompetiçãodoseventospoderá,emcasosexcepcionais,terseuinício em horário anterior ao previamente convencionado, de modo aatendereventualdemandasuperiordeinscrições.

CapítuloIII –DATAXADEREGISTROANUAL(TRA)

Art. 8º - A Taxa de Registro Anual (TRA) é uma contribuição compulsóriaparaqueosmembrospossamsehabilitaraosistema oficialdaFTMDF edaCBTM.

§-ACBTMdefineanualmenteosvaloresdeTRA,aserempagosportodasaspessoasfísicasvinculadasa entidadesoficiais.

§-AFTMDF realizaacobrançadaTRApormeiodoCBTM-Web,emconjuntocomovalordaTRAdaCBTMenosmeiosdecobrançaestabelecidos pelo sistema.

§ 3º - A TRA de atletas está subdividida em categorias, que os habilitamaatuarnosistemadecompetições,conformeaopçãoescolhida.Atabelaaseguirapresentaascategoriasdemembro,comasrespectivaspermissões.CadacategoriapoderátervaloresdeTRAdiferenciados,deacordocomo perfil decada atleta.

PERMISSÕES

MEMBROINICIANTE

MEMBROBRONZE

MEMBROPRATA

MEMBROOURO

Condição

Até11anos

FiliadoaClube

FiliadoaClube

FiliadoaClube

Escolar

TMBRegional*

TMBEstadual

TMB Challenge /ChallengePlus

TMBPlatinum

RankingNacional

RankingEstadual

CompetiçõesInternacionais

*AlgumasLigasRegionaisseorganizamemsistemarestritooufechado,noformatodeconvite.Para estes casos específicos, o(a) atleta deverá respeitar a regulamentação próprias destasentidades.

§-AsTRAsdeDirigentes,Técnicos(as),Árbitros(as)eoutros(as)terãovalor único ou isenção, respeitando-se os prazos de registro no sistema,conforme Tabela de Taxas e Emolumentos publicada pela CBTM, semqualquer cobrança da FTMDF.

§-OsmembrosregistradosnaCBTMpoderãoterisençãodopagamentodaTRAnoseuprimeiroanodecadastro(cadastroinicial)na

TRABronze,desdequerealizadotermodecooperaçãoentreLigaRegional,FTMDF eCBTM.

§ 6º - Em caso de vínculo com Associação Estudantil, o membro poderáserpermanentementeisentodepagamentodaTRA,desdequeparticipeexclusivamente de competições estudantis oficiais, não sendo permitidaaparticipaçãoemcompetições oficiais,nestescasos.

CapítuloIVDASCATEGORIAS

Art.-AscategoriasolímpicaeparalímpicasãoestabelecidasconformeoManualdoTênisdeMesa,publicadoanualmentepelaCBTM,sendoseguidointegralmentepelaFTMDF.

CapítuloVDOSEVENTOS

Art. 10 – Cada evento possuirá página específica na internet, dentro dowebsiteoficialdaCBTMeda FTMDF,cominformaçõesassociadascomoCBTM-Web.

Art. 11 – A FTMDF notificará as entidades filiadas, através de Circular,disponívelnapáginaespecíficadoevento,comtodasasinformaçõespertinentesaeste.

Art. 12 - A programação das competições do evento, com os horários deinícioedetérminodascompetiçõesqueointegram,serápublicadanapáginaespecíficadoevento.

Art. 13 –AFTMDFpoderáalteraraprogramaçãodoseventos,informando em tempo hábil através de Nota Oficial, as mudanças que porventuravenham aocorrer.

Art. 14 -AscondiçõesparainscriçãodosassociadosemeventosNacionais,Estaduais ouRegionais,organizadospela FTMDFsão:

I      - Preencher o formulário de inscrição, constante no CBTM-Web enapágina específicadoevento.

II    -SomenteosClubespodemrealizarinscriçõesdos(as)atletasnoseventosdaFTMDFoudasLigasRegionaisfiliadas.

III   -Évedadaainscriçãodiretamentedo(a)atleta.

IV  -Pagarastaxasestabelecidas,nosprazosdeterminados,conformeformasdepagamentodisponibilizadasporsistema,geradopelo sistemaCBTM-Web.

V    - Não poderá ser inscrita a entidade filiada ou qualquer membrodelacujasrespectivassituaçõesjurídica,financeiraou

administrativaperanteaFTMDFnãoestiverdevidamenteregularizada.

VI  - Os(As) atletas, dirigentes e técnicos(as) inscritos(as) pelasfiliadas,emquaisquercompetições,devemestarrigorosamenteemdiacomo pagamentodaTRA.

Art. 15 - Após a publicação do calendário de competições no início datemporada, apenas a Circular do Evento é que confirma as datas e locais do evento,que ocorre com 60 (sessenta) dias de antecedência da abertura deste. A FTMDF nãose responsabiliza por compras antecipadas de passagens aéreas ou terrestres, oumesmoreservasdehospedagemqueporventuratenhamsidofeitasantesdapublicaçãodaCircular.

Art. 16 - A Data Final de Inscrição em Eventos e os prazos de reclamaçõesconstarão na Circular Oficial do evento, que estará disponível no link do Evento, dentrodo website oficial da entidade. A FTMDF poderá estabelecer mais de uma data, comvalores distintos,pararealizaçãoda inscriçãoemcadaevento.

Art.17-OprazoparaCancelamentodaInscrição,compedidodedevoluçãoda taxa de inscrição, será estabelecido na Circular do Evento, que estará disponível nolinkdoEvento,dentrodowebsiteoficialdaFTMDF edaCBTM.

§-Nãoseráaceitoocancelamentodeinscriçãoapósapublicaçãodosgrupos.

§ 2º - A devolução do valor de inscrição estará sujeita a descontos,conformetaxasespecíficasdemecanismosdecobrança(boletobancário,cartãodedébitooucartãodecrédito)outaxasdetransferênciabancária.

§ 3º - As reclamações sobre erros de inscrição não reportados dentro doprazodereclamaçõesnãoserãoaceitas,emnenhuma hipótese.

§-Apósfindooreferidoprazo,somenteserãopermitidososseguintesmotivos de cancelamento, ainda passíveis de avaliação pela GerênciaTécnica:

I          - Ocorrência de lesões: diante de qualquer ocorrência de lesãodo(a)atletaparticipantedoevento,aFTMDF deverásercomunicada, imediatamente, mediante envio de laudos e licençamédicaatravésdo e-mail:atendimento@ftmdf.com.br;

II        - Motivos de força maior: diante de qualquer fato de força maior(falecimento, fenômenos da natureza etc.), a FTMDF deverá sercomunicadaimediatamente,cabendoanáliseda Coordenação de Eventos,podendoesta

solicitaracomprovaçãodestefato;

III      -Quaisquercasosnãodescritos,anteriormente,serãoavaliadospelo Secretário Geral da FTMDF, podendo ser deferido ou não.

§ 6º - As reclamações sobre erros de inscrição ou alocação de gruposnão diagnosticados dentro do prazo de reclamações não serão aceitas,em nenhuma hipótese.

§ 7º - Se, porventura, a FTMDF não realizar a competição na categoriaa qual o(a) atleta se inscreveu, seja por falta de competidores(as) oupelos motivos descritos neste Regulamento, este(a) terá a devoluçãointegraldasua inscrição.

I      - A devolução ocorrerá através do clube a qual o(a) atleta estávinculado em até 15(quinze) diasdotérminodoevento.

II    - O clube deverá encaminhar (por e-mail e por correspondência)àFTMDFreciboassinadopelo(a)atletaquecomproveadevolução,sendoestacondiçãoexigívelparaocorreroreembolso.

Art.18-Éobrigaçãodecadaatletaaatençãoapossíveismudançasnastabelase horáriosdejogos, conformeasequênciadeaçõesdaorganização:

I - Publicação Inicial dos Grupos;

II-PublicaçãoFinaldosGrupos;

III - Publicação Inicial da Programação;

IV-PublicaçãoFinaldaProgramação.

Art. 19 - É condição para o(a) atleta participar de competições oficiais:

I-Estarvinculado(a)aum ClubefiliadonaFTMDF;

II- Estarcom aTRAemdia,conformeascategoriasdeatuação;

III - Estar uniformizado(a) com short (ou short skirt), tênis e camisa conformedefinidopeloManualdoTênisdeMesa, publicado anualmente pela CBTM. Na área de jogo é proibida a utilização dequalquerpeçadouniforme(agasalho,shortoucamisa)na cor branca.

Art.20-Écondiçãoparaos(as)Técnicos(as)atuarememcompetições oficiais:

I          - Estar vinculado a um Clube filiado na FTMDF;

II        -Estarcoma TRAemdia;

III       - Apresentar ao(à) árbitro(a) o seu crachá impresso (disponívelpara impressão no cadastro pessoal dentro do Sistema CBTM-Web), com fotografia e plastificado. É obrigatório o uso do crachá,emlocalvisíveldurantetodososjogosemqueotécnico(as)estiveratuando;

IV      - Possuir, no mínimo, Certificação de Curso de Técnico Nível 1daCBTMouITTF;

V       -Atuarpor,nomáximo,3(três)Clubesfiliados,portemporada,noseventosoficiais,desdequeoClubeenvieume-mailparaa área de eventos

 (atendimento@ftmdf.com.br),reportandoavinculação;

VI         -Estaruniformizado,podendoutilizaracamisadeumdosclubesquepossuivínculoouumuniformeneutro;

VII        -Inscrever-se no evento,sempreque a Circulardeste assimrequisitar.

Parágrafo único - O(A) atleta poderá competir e atuar na função deTécnico(a)dentrodamesmacompetiçãocasoesteja,previamente,inscrito(a) nas duas categorias (atleta e técnico(a)) e que cumpra asexigênciasespecíficasdecadacategoriaestipuladanesteregulamento.

Art.21AFTMDFdisponibilizarááreasdeaquecimentoparaos(as)atletasnas competições TMB Challenge Plus e, sempre que possível, nas competições TMBEstadual.

Parágrafoúnico-Seráinformado,naCircularOficialdoevento,otipoemodeloda bolaque seráutilizadano evento.

Art.22AFTMDF nãoseresponsabilizapelaindicaçãodehotéisououtrosmeiosdehospedagem/alojamento,transporteoulocaisdealimentação,sendoestaumaresponsabilidadeexclusivadaentidadeoupessoafísicaparticipantedoseventosoficiais.

Art.23 -As competiçõesda FTMDFserão organizadastecnicamente edirigidas pelo DiretorTécnico ou pessoaindicada.

Art.24-CompeteaoDepartamentoTécnicodaFTMDF:

I          - Elaborar, desenvolver e executar os projetos das competiçõesdeinteresseda FTMDF,enquantocoordenadoradascompetições;

II        - Promover as ações técnicas e administrativas necessárias àscompetiçõescoordenadas pelaFTMDF;

III      -Elaborarocalendáriodascompetições;

IV      - Elaborar os regulamentos das competições;

V       -Elaborar astabelasdascompetições;

VI      -Fazercumprirasregras,osregulamentoseastabelasdascompetições;

VII    -Aprovarounãoaspartidas,àvistadassúmulasedosrelatóriosdosárbitros;

VIII   -Prepararosauxíliosvisuaisnecessáriosaosparticipantesepúblicoemgeral;

IX      -ElaboraredivulgaroRanking,Rating,TroféuEficiênciaecampeõesestaduais.

Art. 25 - As competições terão a direção e o controle de um árbitro geral,indicadopelaFTMDFcujaescolhadeverárecairsobrepessoadereconhecidacompetência e de comprovada idoneidade. Em quaisquer competições da FTMDF oÁrbitroGeralsemprequepossíveldeveráserumÁrbitroInternacionalouNacional,cujaatuaçãodeverásempreterapreferênciasobreosdemais.

§ 1º - O Árbitro Geral será responsável pelo cumprimento, na íntegra, asdisposições estatutárias da FTMDF, nos casos em que tal se façanecessário.

§ 2º - Para todos os efeitos, durante a competição, na ausência dosmembrosdiretivos,oÁrbitroGeralseráorepresentantelegaldaFTMDF.

Art. 26 - Poderá ser designado, ainda, um Árbitro Adjunto, o qual terá afunção de substituir ocasionalmente ao Árbitro Geral ou de assisti-lo na direção dacompetiçãoe naescalação dosárbitros.

Art.27-ÉdacompetênciadoÁrbitroGeral:

I          -Fiscalizarpreviamenteolocaldacompetição,verificandomesas,redes,suportes,separadores,pisos,espaços,iluminação,vestuáriosetc.,sugerindoasmodificaçõesquesefizeremnecessárias;

II        -NãopermitiralteraçõesdequalquernaturezaaopresenteRegulamentoGeralsobautorizaçãodepessoaalguma;

III      - Receber dos clubes participantes, por escrito e em documentoprópriotimbrado,quaisquerreclamaçõesdeordemtécnicaousobre a atuação dos árbitros e de seus auxiliares, deliberando arespeito;

IV      -Encaminharaoórgãodisciplinarespecífico,atravésderelatório,asfaltasdisciplinares ocorridas;

V       - Aprovar ou não os jogos realizados, por meio de rubricas nassúmulas;

VI      - Superintender o andamento das competições, reportando àFTMDF até 48 (quarenta e oito) horas após o término destas,sobre o aspecto técnico disciplinar, relacionando os resultados dascompetições em relatório padronizado, detalhando as ocorrênciashavidas e sugerindo medidas que possam sanar, no futuro, asfalhas eventualmente acontecidas;

VII    - Resolver os casos omissos ou os que dependam de urgentesolução;

VIII   - Desclassificar das competições o(a) atleta que agir de formadesrespeitosacomautoridades,dirigentes,atletasoupúblico,como ainda participante que se conduzir de forma inconvenienteduranteotranscursodacompetição,visandoclaramenteirritarou perturbarseusoponentes,enviandorelatopormenorizadoaoórgãodisciplinarespecíficooudiretoriadaFTMDF paraodevidojulgamento.

Art. 28 - As decisões administrativas do Árbitro Geral só poderão sofreralteraçãopor decisãodeComissãoDisciplinar doTJD-EstadualouSTJD.

Art. 29 - O TJD-Estadual deverá designar Comissão Disciplinar para cadaevento, conforme estabelecido em regimento interno do tribunal, bem como diretrizesdoCódigo Brasileiro deJustiça Desportiva (CBJD).

§-AComissãoDisciplinardeveráfuncionardemodoremoto,devendoaFTMDFdarcondiçõesdeacessoajulgamentoduranteascompetições.

§ 2º - A Comissão Disciplinar deverá se reunir em até 24 (vinte e quatro)horas para dirimir questões ligadasao evento, contados a partir dorecebimentodedenúncia.

Art. 30 - A qualquer decisão da Comissão Disciplinar caberá recurso aoTribunaldeJustiçaDesportivada FTMDFemprimeirainstânciaeaoSuperiorTribunaldeJustiçaDesportiva(STJD) dotênis demesa emúltimainstância.

CapítuloVIDASCOMPETIÇÕES

Art. 31 - Caso não haja 03 (três) atletas participantes, a FTMDF poderáfazer a junção com outras categorias para a complementação, mesmo em casos emqueoutras categorias estejamcompletas.

Art. 32 - Nos eventos olímpicos e paralímpicos, as categorias com até 05(cinco) atletasserãoorganizadas emgrupoúnico.

Art. 33 – A FTMDF poderá promover o acesso ou descenso de atletas dascategorias ou ratings ou classes, conforme necessidade do evento. Isto é, poderáremanejaratletasparacategorias,ratingsouclassesdiferentesdeseusoriginais.

Art.34- Aclassificaçãodascompetiçõesserádaseguinteforma:

COLOCAÇÃO

CLASSIFICAÇÃOFINAL

lugar

VencedordaFinal

lugar

PerdedordaFinal

lugar

PerdedoresdasSemifinais

5º lugar

Perdedores das Quartas-de-Final

9º lugar

Perdedores das Oitavas-de-Final

Art. 35 -Para a realização da programação dos jogos dos grupos dacompetição (Ranking, Rating e Classes), será utilizada como base a pontuação doúltimodia possíveldeinscrições para orespectivoevento.

Art. 36 - O Sistema COBRA será utilizado como padrão para alocaçãodos(as) atletas nos grupos da competição, podendo haver modificações em casosespecíficos.

§-Noscasosemqueatletasdomesmoclubeestejamemummesmogrupo,estespoderãoserremanejados,semprequepossível.

§-Poderáserfeitaainversãodaordemdealocaçãodos(as)atletasquandodaexistência de03(três)atletasporgrupo.

§-Paragruposcomcincoatletas,ter-se-áduasopçõesdegrupamento:

I          -Opção1Deemparceiramento,conformeaseguir:

  • Grupo 1: atleta 1 e 2 – o(a) primeiro(a) e o(a) segundo(a)atletacommelhorclassificação, independentedoclube;
  • Grupo 2: atletas 3, 4 e o 5 – o(a) terceiro(a), o(a) quarto(a) eo(a) quinto(a) atleta com melhor classificação, independentedoclube.

II        -Opção2Grupoúnicocomos(as)5atletas.

§ 4º - Após a fase de grupos, para alocação na fase seguinte, caso hajaempatesocorridosentre3(três)oumaisatletas,emquaisquercolocações, estes serão decididos pela apuração dos resultados obtidossomenteentreasrepresentaçõesempatadas,utilizando-seda(s)seguinte(s)fórmula(s),nesta ordem:

I      http://ftmdf.com.br/8cda32eb-34c0-479b-9792-ec5e20ab28b5" >-Partidas:                       Partidas Pró                     ;

PartidasPró+PartidasContra

II    -Sets:           SetsPró         ;

SetsPró +SetsContra

III   -Pontos:        PontosPró     ;

PontosPró+PontosContra

IV  -Sorteio.

§ 5º - Se os empates forem registrados apenas entre dois atletas nosgrupos desta fase, em quaisquer colocações, a decisão dar-se-á combasenoresultadodoconfrontodireto entreospróprios.

§ 6º - O(A) atleta será eliminado(a) da competição a partir do primeiroWxO. O(A) atleta da competição de Rating que levar WxO em seuprimeirojogo,nãoterá direitoapremiação.

§ 7º - Os confrontos serão disputados em melhor de sets ímpares de 11pontos. O número de sets será definido conforme o número de inscritos,devendoserinformadonaCirculardoEvento.

Art.37AFTMDFpromoverácompetiçõesporequipeOlímpicae  Paralímpica.

Art.38-Sãocondiçõesobrigatóriasparaarealizaçãodacompetiçãoporequipes olímpica:

I          - Cada Clube ou Seleção de Liga Regional só poderá inscrever 1(uma) equipe emcada categoria;

II        - A equipe será composta de, no mínimo, 2 (dois) e no máximode4(quatro)atletas;

III      - As categorias Pré-mirim, Mirim e Juventude deverão ter, nomínimo,3(três)equipes participantes;

IV      - As categorias Infantil, Juvenil e Absoluto A deverão ter, nomínimo, 5 (cinco) equipes de clubes. Caso não haja as 5 (cinco)equipesparticipantes,aFTMDFpoderáfazerajunçãocomoutrascategorias para a complementação, mesmo em casos em queoutrascategorias estejam completas;

V       - Nas demais categorias, deve haver um mínimo de 3 (três)equipes participantes.

Art. 30 - São condições obrigatórias para a realização da competição porequipes paralímpico:

I          - Cada Clube ou Seleção de Liga Regional só poderá inscrever 1(uma) equipe emcada categoria;

II        - A equipe será composta de, no mínimo, 2 (dois) e no máximode4(quatro)atletas;

III      - Ter, no mínimo, 5 (cinco) equipes inscritas. Caso não haja onúmero mínimo de inscrições, a classe que não completou estequantitativo subirá para a(s) categoria(s) imediatamente acima,excetuando-secasosnãoprevistosemregulamento.

IV      - Caso ocorram junções de duas ou mais categorias poderá,somente neste caso, ter 2 (duas) equipes do mesmo Clube ouSeleção de Liga Regional. Caso haja 2 (duas) equipes/duplas domesmoclube,estasnãopoderãoseenfrentarnaprimeirapartida.

Art.39 -Asprovas porequipes serão realizadasem etapasa seremdefinidas emcalendáriooficialdecompetições,em cadatemporada.

Parágrafoúnico-ÉvedadaaparticipaçãodeSeleçõesdeLigasRegionais em competições de clubes. As competições de Seleções deLigasRegionaiséumeventoespecialparaintegraçãodasLigas

Regionaiseparticipaçãodosmelhoresatletas,decadacategoria,comfinalidade promocional.

Art. 40 - A Competição Olímpica por Equipes será em eliminatória simples,com disputa de até 5 (cinco) jogos, sendo todos melhor de 5 (cinco) sets de 11 (onze)pontos. Isto é, a equipe vencedora da partida será a primeira que alcançar 03 (três)vitórias.

Parágrafo único - A ordem dos jogos das partidas será:

Primeirojogo:AvsX;

Segundo jogo: B vs Y;

Terceiro jogo: Duplas;

Quarto jogo: A vs Y;

Quintojogo:Bvs X.

Art.41-ACompetiçãoParalímpicaporEquipesseráemeliminatóriasimples, com disputa de até 3 (três) jogos, sendo todos melhor de 5 (cinco) sets de 11(onze) pontos. Isto é, a equipe vencedora da partida será a primeira que alcançar 02(duas)vitórias.

Parágrafo único - A ordem dos jogos da partida será:

Primeirojogo:Duplas;

Segundo jogo: A vs X;

Terceirojogo:Bvs Y.

Art. 42 - No caso de WxO, o(a) árbitro(a) geral fará a escalação da equipeque faltou através de sorteio dos(as) atletas inscritos(as) no evento na presença dealgumrepresentantedoClubeoudaLigaRegional,semprequepossível.

Art. 43 - As competições de Equipes de Clube são destinadas aos clubesregistrados naFTMDFe serárealizadoemtodasascategoriaseclasses.

Art.44-Oemparceiramentonascompetiçõesporequipesseráfeitobaseado na média dos 2 (dois) atletas com mais pontos no Rating da CBTM. Casoocorraempate,oscritériosparadesempateserão, naseguinteordem:

I      -EquipecomatletacomamaiorpontuaçãonoRating;

II    - Equipe com segundo(a) atleta com maior pontuação no Rating;

III   - Equipe com terceiro(a) atleta com maior pontuação no Rating;

IV  -Equipe com atletamaisidoso(a);

V- Sorteio.

§-O(A)atletacommaispontosnoRatingdaCBTMdeve,obrigatoriamente, jogar o primeiro jogo da partida da competição deequipes.Casonãoparticipe,aequipeestaráautomaticamentedesclassificada da competição, mesmo que o(a) atleta esteja no local doevento.

§ 2º - Caso a equipe seja composta de atletas de categorias diferentes,valerá, para efeito de alocação na categoria, a categoria de idade do(a)atletamaisidoso(a).

§ 3º Nas Categorias do Absoluto A ao E, as equipes deverão jogar,obrigatoriamente, na categoria relativa ao maior Rating entreos(as)atletas,independentemente damédiadepontosdaequipe.

§-EmcompetiçõesenvolvendoLigaRegional/Clube,cadaLigaRegional/Clubepoderáinscreverapenasumaequipeemcadacategoria.

§ 5º - Um atleta não poderá competir em mais de uma equipe. Assim,umamesmaequipenãopoderáparticiparde2(duas)oumaiscategorias.A exceção ocorre nos casos em que as equipes sejam convidadas aparticipardas categoriasInfantil,Juvenil eAbsoluto A.

Art. 45 - As competições de duplas e duplas mistas agregam eventosolímpicoseparalímpicosde Clubes.

§ 1º - São condições obrigatórias para a participação em competição deduplas:

I          - Cada Clube só poderá inscrever 1 (uma) dupla e 1 (uma) duplamistaemcadacategoria;

II        - Nas categorias Pré-mirim e Mirim, há um mínimo de 3 (três)duplasou duplasmistasparticipantes;

III      - Nas categorias Infantil, Juvenil e Absoluto A, há um mínimo de5 (cinco) duplas ou duplas mistas participantes. Caso não haja aomenos 5 (cinco) duplas ou duplas mistas, a FTMDF poderá fazerajunçãocomoutrascategoriasparacompletaroquantitativomínimoestipulado;

IV      - Nas demais categoria, há um mínimo de 4 (quatro) duplas ouduplas mistas participantes. Mesmo no caso de haver categoriasqueestejamcompletas,estaspoderãoserdeslocadasparaqueascategorias Infantil, Juvenil e Absoluto A atinjam o mínimo de 5(cinco)duplas distintas.

§-Oemparceiramentoseráfeitobaseadonamédiados2(dois)atletasno Rating da CBTM. Caso ocorra empate, os critérios de desempateserão,na seguinteordem:

I - Dupla com atleta com maior pontuação no Rating;

II-Dupla comatletamaisidoso.

§ 3º - Caso a dupla seja composta de atletas de categorias (ou classes)diferentes, valerá, para efeito de alocação na categoria (ou classe), acategoriados(as) atletasde idademaior(ouclassemaior).

§-NascategoriasdoAbsoluto(AatéE),aduplaouduplamistadeverájogar, obrigatoriamente, na categoria relativa ao melhor Rating entreos(as)atletas,independentementedamédiadepontosdadupla.

§ 5º - Nas competições Olímpicas e Paralímpicas de Duplas ou DuplasMistasporClubes,cadaentidadepoderáinscreverapenas1(uma)duplaemcadacategoriaouclasse.ApenasnoscasosdejunçãodecategoriasouclassesserãopermitidasduplasdemesmoClubenamesmacategoriaouclasse.

§-Umatletanãopoderáparticipardemaisde1(uma)duplaoudupla  mista.

Art.46-CadaTMBEstadualpoderáabrangerumasériedeprovas individuais.

§ 1º - Os(As) atletas serão alocados(as) em cada categoria, conforme:

I-Adatade nascimentoparaascompetiçõesdeRanking;

II-AClassificaçãoFuncionalparaascompetiçõesdeClasse.

§-As alocaçõesnãosãopassíveis derecursos.

§-AFTMDFreserva-seodireitoderemanejarqualqueratleta/equipeda categoria, desde que seja constatada alguma irregularidade. Caso airregularidade não seja detectada dentro do prazo de reclamações, o(a)atletaserá desclassificado(a)da competição.

 

Art. 47 - Um(a) atleta poderá, em uma mesma edição de evento TMBEstadual,participarde:

I          -AtletaOlímpico:1Ranking, 2Equipese2Duplas;

II        - Atleta Olímpico das Categorias Pré-Mirim, Super Pré-Mirim,Mirim, Infantil, Juvenil e Juventude: 2 Ranking, 2 Equipes e 2Duplas;

III      - Atleta Paralímpico: 1 Classe, 1 Ranking Olímpico, 2 Equipes e2Duplas.

Art. 48 - As competições de Ranking serão estruturadas por Faixa Etária,conformeasseguintes diretrizes:

I          - O Ranking será feito por categoria de faixa etária: Pré-mirim,SuperPré-mirim,Mirim,Infantil,Juvenil,Juventude,Absoluto(AaoE),Sênior/Lady,Veterano40,Veterano50,Veterano60eVeterano70+.

II        - As categorias Pré-Mirim, Mirim, Infantil e Juvenil são categoriasautorizadasadisputarasuaprópriacategoriae,também,acategoriaimediatamentesuperior.

III      -Os(As)atletasdascategoriasSênior/Lady,Veteranos40,Veteranos50,Veteranos60eVeteranos70+,casodesejem,poderão optar em jogar a sua categoria ou qualquer outra abaixo(comidademenor),dentreestasmencionadasneste item.

IV      -ORatingéoindicadorquedefinequaldascategoriasAbsoluto(AaoE)queo(a)atletapoderáparticipar,nãohavendoaopçãode

livreescolhaporpartedo(a)atleta.

V       - Caso a categoria não atinja o número mínimo de atletas, estesserãoremanejadosparaacategoriaAbsolutoimediatamentesuperior.AexceçãosedánaCategoriaAbsolutoA,quandonãoseatingir o número mínimo de atletas inscritos nesta. Neste caso,os(as)atletasdascategoriasAbsolutoinferioresserãoalocadosnacategoria Absoluto A, independentemente de a sua categoria estarcompletaou não.

VI      - Quando não houver a categoria referente à inscrição, desdequepossível,osinscritosserãoalocadosnacategoriaimediatamente superior (para as categorias Pré-mirim, Super Pré-mirim, Mirim, Infantil, Juvenil e Juventude) ou anterior (para ascategoriasSênior/Lady,Veterano40,Veterano50,Veterano60e Veterano70+).

Parágrafoúnico-Quandoum(a)oudois(duas)atletasforemalocados(as)em uma categoria acima (de Pré-mirim até Juventude) ou abaixo (deVeterano 70+ até Sênior/Lady), este ganhará os pontos no RankingNacionalna categoria naqual participou.

Art.49-Nacomposiçãodaschavese/ougruposnacompetiçãodeRanking,observar-se-áacolocaçãodos(as)atletas,conformea seguir:

I          - Primeiro Evento do ano: será utilizada a pontuação do Ratingparaconfecçãodosgrupos;

II        - Demais Eventos do ano: serão utilizadas as pontuações doRanking Nacional. Em caso de empate, a pontuação do RatingNacional será utilizada como critério de desempate. Nos casosdos(as) atletas que não possuem pontuação no Ranking Nacional,a pontuação do Rating Nacional será utilizada para fazer estaalocação.

Parágrafo único - Exclusivamente para a categoria Absoluto A, seráutilizadaapenasapontuaçãodoRatingNacionalparaacomposiçãodaschavese/ou grupos nacompetiçãode Ranking.

Art. 50 - As competições porClasses serão estruturadas conforme asseguintes diretrizes:

I          - Competição de acordo com a deficiência física ou intelectual,conforme Capítulo 7 deste Regulamento, válido para ambos osnaipes (masculino efeminino):

  • Cadeirantes:Classe1,Classe2,Classe3,Classe4eClasse5;
  • Andantes:Classe6,Classe7,Classe8,Classe9,Classe10;
  • Intelectual:Classe11.

II        -QuandoumaClassenãoatingironúmeromínimodeatletas desde  quepossível,osinscritosserãoalocados,preferencialmente,naseguinteordem:

  • Cadeirantes:
  1. Classe1e 2
  2. Classe3a 5
  • Andantes:
  1. Classe6e 7
  2. Classe8a 10
  • Não existe hipótese de junção da Classe 11 com outrasClasses.

III          - A junção de classe será feita agrupando atletas de uma classemaisbaixaparaumaclasseacima,mesmoqueaclassemaisbaixatenhaonúmeromínimode atletas.

IV         - Caso o(a) atleta de uma classe inferior tenha um resultadomelhor que um atleta de classe superior, o(a) atleta de classesuperiorterásuacolocaçãorealconsideradaparafinsdepontuaçãonoRankingEstadual.Nestahipótese,o(a)atletapertencente à classe inferior receberá a pontuação referente à suacolocação,excluindoos(as) atletasdaclassesuperior.

Art. 51 - Nas competições oficiais, somente poderão participar atletas denacionalidadebrasileiraouportadoresdeVistodeResidênciaPERMANENTE,expedido pela Polícia Federal do Brasil. Os(As) atletas participantes com Visto deResidência PERMANENTE não terão direito ao recebimento ou pleito do benefício deprogramasdebolsaatletadeâmbitomunicipal,estadualoufederal,salvoapresentaçãodejustificativalegalemcontrário.

CapítuloVIIDAPREMIAÇÃO

Art.52-Osprêmiosconcedidosàsentidadesfiliadas,bemcomoaos(às)técnicos(as)eaos(às)atletas,serãoderesponsabilidadedopromotordecadaevento.

Parágrafoúnico-Apremiaçãoemdinheiro,casoocorra,deveráserinformada com ao menos 60 (sessenta) dias de antecedência do evento para fazerconstaremNotaOficialdo evento.

Art. 53 - Será de responsabilidade do promotor de cada evento a aquisiçãodas medalhas destinada aos(às) atletas, devendo seguir modelo padrão da FTMDF eteraprovaçãoprévia desta.

Art. 54 - A destinação dos prêmios das competições TMB Estadual, cujaposseédefinitiva,deveráobedecerao dispostoa seguir:

COLOCAÇÃO

PROVASPOREQUIPE

PROVAS INDIVIDUAIS, DUPLASEDUPLASMISTAS

lugar

Troféu para Liga Regional/ClubeMedalhõesdeOuroparaatletas

MedalhõesdeOuroparaatletas

lugar

Troféu para Liga Regional/ClubeMedalhõesdePrataparaatletas

MedalhõesdePrataparaatletas

lugar

Troféu para Liga Regional/ClubeMedalhõesdeBronzeparaatletas

MedalhõesdeBronzeparaatletas

Art. 55 - O Troféu Eficiência do Circuito DF de Tênis de Mesa é umapremiaçãooferecidaaosclubesfiliadospelaFTMDFacadatemporada.Serácalculadoem função das colocações conquistadas pelos(as) atletas dos clubes participantes noRanking, sendo considerada como vencedora a entidade que obtiver o maior númerodepontosao longodatemporada,conformegrade databela aseguir:

COLOCAÇÃO

PONTOS/ATLETA

lugar

18

lugar

13

lugar

10

lugar

8

lugar

6

lugar

4

lugar

3

lugar

2

Participação

1

§-HavendoempateemqualquerposiçãodoTroféuEficiência,esseserá dirimidopelos critériosaseguir,nestaordem:

I - Maior número de medalhas de Ouro;

II-MaiornúmerodemedalhasdePrata;

III       -MaiornúmerodemedalhasdeBronze;

IV      - Clube com menor número de atletas inscritos no evento;

V       -Clubecomatletamaisnovoinscrito;

VI-Sorteio.

§ 2º - No caso de competições de equipes, a pontuação contará emdobro.

§ 3º - Se um atleta se classificar de modo que pontue em mais de umacategoria, somente serão considerados os pontos da categoria a qualobtivermaispontos.

§-SeráconsideradovencedordoTroféuEficiênciaoclubequeobtivero maior número de pontos segundo a soma dos dois critérios acimadescritos.

Art. 56 - A Premiação Melhores do Ranking Distrital de 2021 é atribuídaaos(às) atletas. Será entregue durante a realização da última etapa do TMB Estadual,sendoqueovencedorseráo(a)atletaqueobtiveromaiornúmerodepontosnoRankingEstadual, sendo considerado os 8 (oito) melhores resultados obtidos pelo(a) atleta aolongo da temporada. Caso ocorra empate, o(a) vencedor(a) será aquele(a) que, emordem:

I - Obteve a melhor colocação na última etapa do TMB Estadual;

II-Maiornúmerodemedalhas deOuronatemporada;

III - Maior número de medalhas de Prata na temporada;

IV - Maior número de medalhas de Bronze na temporada;

V -O(A)atletamaisidoso(a);

VI-Sorteio.

CapítuloVIII– DORANKINGERATING

Art.57-AspontuaçõesparaoRankingEstadual preveemosomatóriodos 8(oito)melhoresresultadosdatemporada,considerando-seaparticipaçãonasseguintes competiçõesoficiais:

I          -TMBEstadual(EtapasdoCampeonatoEstadual)

II        -TMBRegional(EtapasdasLigasRegionaisOficiais)

§-Parafinsdepontuação,serãoconsideradasapenasascompetiçõesqueutilizaremoSistemaCBTM-Weberegistraremoficialmenteseusresultados,conformefuncionalidades deste.

§ 2º - O Ranking Estadual será divulgado mensalmente, a partir darealizaçãodaprimeiraediçãode TMBEstadualnatemporada.

§ 3º - Para fins de pontuação, será considerada a tabela de pontuação aseguir, considerando-se a tipologia das competições e o resultado emcadaumadelas.

CLASSIFICAÇÃO

TMBEstadual

TMBRegional

1.500

500

1.275

425

3º-4º

975

325

5º-8º

750

250

9º-16º

500

150

Participação

200

50

Art. 58 - A tabela de pesos, para fins de cálculo do Rating, segue as regrasestabelecidaspelaCBTM,conformeoManualdoTênisdeMesa,devendoascompetiçõesteremregistrono sistemaCBTM-Web.

Art. 59 - O(A) atleta paralímpico(a) poderá participar dos eventos olímpicoseparalímpicos,marcandopontosemambosparaoRankingEstadual,RankingNacionaleoRatingNacional.

Art.60-SomenteascompetiçõesindividuaisvalerãopontosparaoRankingEstadual e Nacional. As competições individuais e os jogos individuais da competiçãopor equipesvalerãopontos parao Rating Nacional.

CapítuloIXDASSELEÇÕESESTADUAIS

Art. 61 - A pontuação a ser considerada para critérios de convocação paraa Seleção Estadual será estabelecida em Nota Oficial anualmente, conforme critériostécnicosdefinidosem ConselhoArbitral.

§-Parafinsdeconvocação,os(as)atletasnãopoderãoterproblemasdisciplinares,administrativosoufinanceirosjuntoaFTMDF.

§-ParaintegraraSeleçãoEstadual,o(a)atletadeveráterparticipadode, nomínimo,metadedasetapasdeTMBEstadualdatemporada.

Capítulo X – DAS DISPOSIÇÕES GERAIS DO REGULAMENTO DECOMPETIÇÕES

Art. 62 - O Conselho Arbitral da FTMDF, com a participação de todos osclubes e ligas regionais filiados, se reunirá anualmente, com 60 (sessenta) dias deantecedênciadarealizaçãoda primeiraedição doTMBEstadual.

Parágrafo único - Os clubes ou cidades interessadas em sediar etapasdoTMBEstadualdeverãosefazerpresentes,ouestaremrepresentados,nareunião doConselhoArbitral.

Art. 63 - O(A) atleta e técnico(a) que participarem dos eventos organizadospela FTMDFisentam a entidade e seus organizadores de qualquer responsabilidadepor danos,eventualmente,causados nodecorrerda competição.

Art. 64 - O(A) atleta e técnico(a) que participarem dos eventos da FTMDFdeclaramestaremplenogozodesaúdeeemcondiçõesfísicasdeparticipardoevento,nãoapresentandocardiopatiasgenéticas,congênitasouinfecciosas,viroses,ouqualquer outra doença, patologia ou distúrbio de saúde que implique em qualquer tipodeimpedimentoourestriçãoàpráticadeexercíciosfísicos,atividadesfísicase

esportivas, e realizará, no período de pré-participação nesse evento, por própria conta e risco, avaliação clínica que atesta as condições apresentadas.

Art. 65 - Todos os participantes em eventos oficiais da FTMDF autorizam a FTMDF – ou terceiros por estes devidamente credenciados – a título universal e de forma irrevogável e irretratável, no Brasil e/ou no exterior, o direito de usar o nome, voz, imagem, material biográfico, declarações, gravações, entrevistas e endossos dados pelo participante citado ou a ele atribuíveis, bem como de usar sons e/ou imagens do evento, seja durante as competições, seja durante os aquecimentos, os treinamentos, a hospedagem, o transporte ou a alimentação em qualquer suporte existente ou que venha a ser criado, a serem captados pela TV, streaming ou outro tipo quaisquer de mídia para transmissão, exibição e reexibição, no todo, em extratos, trechos ou partes, ao vivo ou não, sem limitação de tempo ou de número de vezes, na forma do disposto no Regulamento de Competições.

Art. 66 - Os clubes, após conferência dos resultados, ao constatar alguma irregularidade, deverão fazer a solicitação em até 72 (setenta e duas) horas após a publicação da pontuação. As solicitações deverão ser feitas exclusivamente pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. e a requisição deverá ser apresentada em papel timbrado e assinado por representante legal do clube.

Art. 67 - As disposições contidas neste Regulamento de Competições entram em vigor na data da sua publicação e poderão ser alteradas a qualquer momento pela FTMDF, sendo informadas aos associados por meio de Nota Oficial.

Art. 68 - Revogam-se todos os Regulamentos anteriores referentes à matéria.

Art. 69 - Os casos omissos a este regulamento serão resolvidos, analisados e estudados pela Diretoria da FTMDF.

http://ftmdf.com.br/c6f15aaf-d386-4cea-a8d3-85276c96b7b7" alt="A picture containing sitting, game, black Description automatically generated" >Brasília/DF,20 demaiode2021.

________________________________

JORAN ERMISON LOPES FREIRE

PresidentedaFTMDF